Arquivo da categoria: poesias

Canto dos Palmares

“Eu canto aos Palmares Sem inveja de Virgílio, de Homero e de Camões Porque o meu canto é o grito de uma raça Em plena luta pela liberdade! Há batidos fortes De bombos e atabaques em pleno sol Há gemidos … Continuar lendo

Publicado em poesias | Deixe um comentário

Mora-dores de rua

Subjetividades autopoéticas São sutilmente amedrontadas Corpos e espaços São diariamente moldados Com um autoritarismo consentido Autonomias são capturadas Mas de repente olho pro lado E vejo que nem tudo pode ser adestrado Mais que existir, é preciso resistir! A dignidade … Continuar lendo

Publicado em de minha autoria, poesias | 1 Comentário

A resistência em forma de ação direta não é nada violenta perto do genocida mais respeitado do mundo: o capitalismo

Violenta é essa ditadura de mercado. Violenta é essa realidade, onde têm gente morrendo de fome todos os dias. Violenta é essa policia que protege quem toma champanhe e bate em quem cata lixo. Violenta é a tropa de choque … Continuar lendo

Publicado em de minha autoria, poesias | Deixe um comentário

Tá foda crescer

Que agonia que me dá Quando eu sinto no osso Essa norma imposta De que devemos nos tornar adultos E isso pra mim tá tão difícil Que a única certeza que eu tenho É que eu queria ser Sempre criança … Continuar lendo

Publicado em de minha autoria, poesias | 4 Comentários

8 de Março

Essas que se embrenharam mata adentro e se negaram aos colonizadores e as que colaboraram e casaram com eles, Essas que embarcaram ainda crianças e as que ultrapassaram os limites da chegada, Essas que levaram chibatadas e marcas de ferro … Continuar lendo

Publicado em poesias | Deixe um comentário

Minha utopia, minha poesia

Será que é pedir demais Querer que as pessoas olhem Não apenas enxerguem Essa merda de realidade cruel que nos cerca? Minha utopia, minha poesia Noutras vezes só desejaria que alguns vissem um pouco mais. Mas acho que todos aqueles … Continuar lendo

Publicado em de minha autoria, poesias | 1 Comentário

Poema Egocêntrico

Publicado em arte, de minha autoria, poesias | Deixe um comentário